Saúde bucal e compostos bioativos

Uma dieta balanceada e equilibrada pode ser fundamental para determinar a ocorrência ou a prevenção de doenças bucais.

0
52

Para tratar desse assunto, vamos discutir aqui alguns pontos importantes que os autores Alexandre Hugo Llanos, Giuseppe Alexandre Romito e Emmanuel Albuquerque de Souza, abordam no capítulo “Saúde Bucal” do nosso livroAlimentos funcionais e compostos bioativos”.

Em partes, os cuidados com a saúde oral ganharam grande destaque devido a Organização Mundial da Saúde (OMS), através do Programa Global de Saúde Oral ter incluído a Vigilância da Saúde Oral como um tópico relevante para a saúde geral e a qualidade de vida, sendo que os cuidados são direcionados para alguns fatores de risco tradicionais, mas com atenção particular nas dietas saudáveis e nutrição.

Mas como a saúde bucal pode ser relacionada a alimentação?

Segundo os autores, a nutrição influencia diretamente o desenvolvimento craniofacial e doenças dos tecidos orais, incluindo, por exemplo, as cáries e as doenças periodontais.

Estudos clínicos tem demonstrado a relação entre dieta e saúde bucal. Entre as evidências mais fortes, a ingestão acentuada de açúcares é o principal fator alimentar de risco associado à cárie; já o consumo de produtos lácteos, incluindo queijo, iogurtes e proteínas isoladas como a caseína, pode ser um fator protetor para esta doença.

Portanto, os autores reforçam a tese de que uma dieta balanceada e equilibrada pode ser fundamental para determinar a ocorrência ou a prevenção de doenças bucais.

E qual o papel dos compostos bioativos nesta relação?

Segundo Llanos e colaboradores, uma variedade de alimentos, bebidas funcionais e compostos bioativos têm sido avaliados em estudos com perspectivas profiláticas e terapêuticas nas doenças orais. Entre eles, pode-se destacar:

  • Chá verde – alternativa saudável para controlar diversas doenças bucais, especificamente periodontite crônica, cárie dentária e câncer bucal;
  • Curcumina – tem sido avaliada em relação às suas propriedades antimicrobianas sobre bacterias cariogênicas e patógenos periodontais.

Além desses, outros compostos, como extratos de plantas, conservantes de alimentos, polifenóis, flavonóides e probióticos têm potencial de contribuir com benefícios para saúde oral em diferentes níveis.

Ou seja, os alimentos funcionais e compostos bioativos possuem ação benéfica muito além daquelas já amplamente divulgadas pela literatura. E se você quer saber mais sobre esse tema, não deixe de conferir o capítulo do livro. Lá você encontra mais alimentos funcionais e compostos bioativos que podem ser utilizados para a saúde oral, além de compreender o tema com mais profundidade.

 

 

Referências bibliográficas:

 

Alexandre Hugo Llanos, A. H.; Romito, G. A.; de Souza, E. A. Saúde Bucal. In: Pimentel, C. V. de M. B.; Elias, M. F.; Philippi, S. T. Alimentos funcionais e compostos bioativos.1ª. ed. Barueri (SP): Manole, 2019.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome