Probióticos e obesidade: o que existe de evidência?

Estudos recentes têm demonstrado que os probióticos possuem ação benéfica relacionada a obesidade e parâmetros metabólicos associados.

0
109

O reconhecimento da importância da microbiota intestinal para a saúde humana já está bem estabelecido nos dias atuais, embora muitos mecanismos e efeitos na saúde ainda precisam ser elucidados. Aqui no portal você encontra várias discussões sobre esse tema. E uma das condutas clínicas com grande aplicabilidade na modulação da microbiota itnestinal é o uso de alimentos funcionais, como os probióticos.

Mas afinal, você sabe o que são probióticos?

Segundo a FAO (Food and Agriculture Organization of the United Nations) e a OMS (Organização Mundial de Saúde), que redefiniram o conceito de probióticos, eles podem ser entendidos como “microrganismos vivos que quando administrados em quantidades adequadas conferem benefícios à saúde do hospedeiro”. Esta definição também é adotada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), no Brasil.

E os efeitos na saúde?

Em virtude da ampla ação benéfica desses microrganismos, em diferentes locais do organismo, tais como boca, trato gastrointestinal, respiratório, urinário, pele e nas diferentes fases da vida (crianças, adultos e idosos) existem benefícios já consolidados na literatura, como por exemplo, a ação em doenças do trato gastrointestinal e novas evidências surgem à medida que a ciência avança.

E para atualizarmos o tema, vamos trazer estudos recentes relacionados ao consumo de probióticos e obesidade.

Recentemente, pesquisadores chineses publicaram uma revisão sistemática e meta-análise cujo objetivo era investigar o potencial papel dos probióticos no controle do sobrepeso/obesidade e de parâmetros metabólicos associados em indivíduos adultos. Isso porque, a hipótese que sustenta o estudo é de que a alteração da microbiota intestinal tem sido amplamente aceita como um dos principais fatores causais da obesidade.

No total, 12 ensaios clínicos randomizados, com 821 participantes, foram incluídos na meta-análise. A suplementação com probióticos resultou em uma redução significativa no peso corporal, IMC, circunferência da cintura, massa gorda e percentual de gordura corporal em comparação com os grupos controle. Os parâmetros metabólicos foram melhorados significativamente, para colesterol total, LDL-C, glicemia de jejum, insulina e HOMA-IR. No entanto, os autores não identificaram alterações significativas para triglicérides, HDL-C e HbA1c. Portanto, os autores sugerem que a suplementação de probióticos poderia reduzir potencialmente o ganho de peso e melhorar alguns dos parâmetros metabólicos associados, o que pode se tornar uma estratégia eficaz para a prevenção e tratamento da obesidade em indivíduos adultos.

Em 2015 pesquisadores brasileiros já tinham publicado um trabalho semelhante na Clinical Nutrition. Também, uma revisão sistemática e meta-análise, avaliaram os efeitos de prebióticos e simbióticos (probióticos + prebióticos) no perfil lipídico, insulina em jejum e glicemia de jejum em adultos com sobrepeso ou obesos e identificaram que a suplementação com prebiótico reduziu as concentrações de colesterol total, LDL-c e triglicerídeos e aumentou HDL-c em estudos com indivíduos diabéticos. Já a suplementação com simbióticos reduziu as concentrações plasmáticas de insulina de jejum e triglicerídeos.

No entanto, essa relação entre o uso de probióticos para o controle de peso ainda não é um consenso estabelecido, em virtude principalmente da divergência de estudos e das suas limitações, como por exemplo: diferentes cepas utilizadas em estudos de intervenção, doses, tempo de administração, entre outros.

Mas, de toda forma, é um caminho que a ciência aponta e que em um futuro próximo pode auxiliar a prática clínica e contribuir para a diminuição de umas das doenças mais prevalentes no mundo todo.

 

 

Referências bibliográficas:

Wang, Z. B.; Xin, S. S.; Ding, L. N.; Ding, W. Y.; Hou, Y. L.; Liu, C. Q.; Zhang, X. D. The Potential Role of Probiotics in Controlling Overweight/Obesity and Associated Metabolic Parameters in Adults: A Systematic Review and Meta-Analysis. Evid Based Complement Alternat Med. 2019 Apr 15;2019:3862971.

Beserra, B. T.; Fernandes, R.; do Rosario V. A.; Mocellin, M. C.; Kuntz, M. G.; Trindade, E. B. A systematic review and meta-analysis of the prebiotics and synbiotics effects on glycaemia, insulin concentrations and lipid parameters in adult patients with overweight or obesity. Clin Nutr. 2015 Oct;34(5):845-58.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome