Nutrição e atividade física para pessoas com deficiência.

0
51

A prática esportiva para pessoas com deficiência (PcD) têm ganho cada vez mais adeptos em nossos dias, porém, ainda são necessárias medidas de inclusão e incentivo. Entre as crianças, por exemplo, ainda se observam altas taxas de sedentarismo e padrões alimentares não saudáveis.

As estratégias nutricionais têm um papel fundamental no desempenho destes praticantes de atividade física. Mas, para isso, é preciso considerar a natureza da deficiência e a modalidade esportiva, para então determinar as soluções nutricionais necessárias e garantir a melhor estratégia.

Para incentivar as atividades físicas, um estudo recente, testou o uso de uma ferramenta online, ou seja, um coach eletrônico comparando com um telecoach, ou seja, uma ligação telefônica, ambos com objetivo de incentivar.

Foram ao total, 65 duplas (pais e filhos), todos os participantes receberam ligações regulares de uma telecoach, e o grupo e-HT recebeu além das ligações o acesso a um site com metas semanais personalizadas para dieta e atividade física e acesso a recursos para atingir essas metas, o coach eletrônico.

As crianças apresentavam 50% de espinha bífida, 24% de limitação de mobilidade, e 26% diagnóstico não relatado. Ambos os grupos apresentaram alta adesão às ligações agendadas, no entanto, não foram observadas diferenças significativas na ingestão alimentar ou na atividade física dentro ou entre os grupos.

Os pesquisadores concluíram que as intervenções de saúde pela via online são uma maneira promissora de promover comportamentos saudáveis em crianças com deficiência. A tecnologia deve ser equilibrada com a facilidade do uso dos pais e também deve envolver a criança.

Sendo assim, todos os projetos de incentivo à prática de atividade física para crianças com deficiência devem ser implementados, e garantir o suporte necessário para uma maior adesão, contribuindo para um mundo mais ativo.

 

Referências bibliográficas:

Islamoglu, A. H.; Kenger, E. B. Nutrition Considerations for Athletes with Physical Disabilities. Curr Sports Med Rep. 2019 Jul;18(7):270-274.

Wingo, B. C., Yang, D., Davis, D., Padalabalanarayanan, S., Hopson, B., Thirumalai, M., & Rimmer, J. H. Lessons learned from a blended telephone/e-health platform for caregivers in promoting physical activity and nutrition in children with a mobility disability. Disability and Health Journal, 1:100826, Aug, 2019).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome