Medicina do estilo de vida: quanto mais, melhor

0
82

Com uma abordagem integrativa, a Medicina do estilo de vida trata de diversos pilares para uma vida saudável e envolve o uso de abordagens que vão além da medicina tradicional. Com o objetivo principal de prevenir as doenças e promover a mudança dos hábitos.

A nutrição aliada a prática regular de atividade física, um sono adequado, o controle do estresse, e outras modalidades não medicamentosas, podem tratar e até mesmo auxiliar na melhora dos quadros de doenças crônicas não transmissíveis que estão diretamente relacionadas ao estilo de vida cotidiano, principalmente nas grandes cidades.

Com uma abordagem multidisciplinar a MEV inclui funções que expandem o conhecimento e as habilidades da equipe clínica, profissionais da área de saúde, treinados especificamente para prestar cuidados preventivos.

Esta equipe inclui médicos, nutricionistas, educadores físicos, psicológicos e outros profissionais de saúde que se concentram especificamente na prevenção de doenças e na eliminação de fatores de risco. Focando na tentativa de diminuir a causa subjacente das doenças crônicas não transmissíveis.

Juntos, eles preenchem a lacuna de educar, informar  e apoiar os pacientes sobre como viver um estilo de vida mais saudável, além de auxiliar  o paciente na mudança dos hábitos. O que diminui e até mesmo pode eliminar os riscos para o desenvolvimento destas doenças.

O profissional da MEV, deve estar pronto para incentivar o indivíduo, auxilia-lo em todo o processo de mudança, promover e aumentar o envolvimento com seus novos hábitos.

Direcionar individualmente cada um, a encontrar e entender a raiz de seu “aparente” descuido com a saúde o que, muitas vezes pode representar uma falta de confiança diante dos desafios atuais da vida.

Pode haver problemas de ordens mais específicas, como a depressão, por exemplo, que limita este paciente em suas ações de autocuidado cuidado. Daí a importância da abordagem multidisciplinar e integrativa, pois, os profissionais envolvidos e o paciente enfrentarão um desafio por vez, e a evolução será gradativa de acordo com cada paciente.

A busca por profissionais capacitados em medicina do estilo de vida deve aumentar ao longo do tempo. A mudança de comportamento exige muito além de uma orientação, mas sim, um engajamento entre indivíduo e os profissionais, para que a mudança de fato aconteça e seja realmente eficiente.

E ai, como está a sua vida? Você já pensou em muda-la?

 

Referências bibliográficas:

Lacagnina, S.; Moore, M.; Mitchell, S. The Lifestyle Medicine Team: Health Care That Delivers Value. The Lifestyle Medicine Team: Health Care That Delivers Value

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome