Câncer de próstata e licopeno: qual a relação?

0
542

Lembrando que hoje é comemorado o dia Internacional e Nacional de combate ao câncer e já que estamos finalizando o mês de novembro, dedicado a prevenção e cuidados com a saúde dos homens, vamos falar especificamente da relação do licopeno com o câncer de próstata.

A quimioprevenção já é uma realidade, ou seja, é possível utilizar agentes sintéticos, naturais ou biológicos para minimizar a ocorrência de câncer em indivíduos saudáveis.

Mas estes agentes quimiopreventivos são capazes de inibir o desenvolvimento do câncer, impedindo os danos ao DNA, revertendo ou bloqueando a divisão de células pré-malignas.

Estudos recentes têm evidenciado efeitos positivos no uso destes agentes para proteger a populações de alto risco contra o câncer.

Componentes dietéticos como capsaicina, isoflavonas, catequinas, licopenos, demonstraram efeitos inibitórios nas células cancerígenas, indicando que podem servir como agentes quimiopreventivos.

E olha quem está protagonizando nossa pauta outra vez esta semana, o licopeno. Um estudo conduzido em animais por pesquisadores chineses, indicou que o licopeno é um agente quimioterápico promissor.

Foi capaz de inibir a progressão do câncer de próstata suprimindo a resposta inflamatória, uma vez que os níveis de fatores inflamatórios, incluindo interleucina-1 (IL1), IL6, IL8 e fator de necrose tumoral-α (TNF-α), nas células tratadas com licopeno, foram reduzidos pelo tratamento com licopeno.

Um outro artigo, desta vez uma revisão sistemática e meta-análise, os pesquisadores avaliaram a eficácia da ingestão de licopeno na prevenção primária do câncer de próstata (PCa).

Foram incluídos na pesquisa, 27 artigos sendo 22 caso-controle e 5 estudos de coorte e a análise que mostrou que uma maior ingesta de licopeno representa uma menos incidência de câncer de próstata.

Uma questão que vale ressaltar é que os autores afirmam que a magnitude dessa associação é fraca e deriva apenas de estudos observacionais, sendo necessários ensaios clínicos randomizados de alta qualidade para reafirmar as evidências atuais.

Portanto, embora as evidências científicas apontam para um benefício do licopeno na prevenção do câncer de próstata, as limitações dos estudos não nos permitem a recomendação como uma medida especificamente mais abrangente neste caso.

Mas enquanto aguardamos novas evidências,  que tal um suco de tomate?

 

 

Referências bibliográficas:

CATANO, J. G.; et al. Efficacy of lycopene intake in primary prevention of prostate cancer: a systematic review of the literature and meta-analysis. Arch Esp Urol. 2018 Mar;71(2):187-197.

MOKBEL, K.; WAZIR, U.; MOKBEL, K. Chemoprevention of Prostate Cancer by Natural Agents: Evidence from Molecular and Epidemiological Studies. Anticancer Res. 2019 Oct;39(10):5231-5259.

Jiang, L. N.; Liu, Y. B.; Li, B. H. Lycopene exerts anti-inflammatory effect to inhibit prostate cancer progression. Asian J Androl. 2018 Sep 7.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome