Alimentos enriquecidos: como incluir em uma alimentação saudável.

Artigo feito por nós para o site Alimente o Futuro e todas as mães!

0
137

Alimentos enriquecidos ou fortificados, segundo a Agência de Vigilância Sanitária (ANVISA), órgão que regulamenta alimentos no Brasil, é todo alimento que for adicionado de um ou mais nutrientes essenciais, como vitaminas e minerais, com o objetivo de reforçar o seu valor nutritivo em um ou mais nutrientes, para alimentação da população em geral ou grupos específicos.

No Brasil e em outros países, a legislação vigente já exige que alguns alimentos, como as farinhas de milho e de trigo, devem obrigatoriamente serem fortificadas com ferro e ácido fólico, visando a redução da ocorrência de anemia por carência de ferro e doenças do tubo neural em bebês.

Atualmente, existem muitos alimentos enriquecidos para grupos específicos, como as crianças. As bebidas vegetais, sucos, pães, cereais, biscoitos e iogurtes são alguns exemplos.

Esses alimentos podem ser facilmente incluídos na alimentação das crianças, como complemento, para garantir as doses adequadas de vitaminas ou quando existe um diagnóstico de carência nutricional. Nesse sentido, os alimentos enriquecidos cumprem um papel importante à saúde, prevenindo a falta de vitaminas e minerais, no processo paralelo à educação nutricional.

Mas, como incluí-los na alimentação? Segue abaixo alguns exemplos:

  • No café da manhã e nos lanches intermediários (lanche da manhã e lanche da tarde): uma opção de bebida enriquecida, como sucos ou leites; biscoitos e cereais integrais enriquecidos com vitaminas; bolos e tortas feitas com farinhas enriquecidas ou queijos e iogurtes enriquecidos, que podem ser complementados com frutas batidas e picadas. 
  • Nas refeições principais (almoço e jantar): escolha arroz enriquecido, preparações que incluam leites, farinha e ovos enriquecidos; quando for consumir sucos durante a refeição, a opção de enriquecidos com vitaminas e DHA também é interessante.

Vale lembrar que a fortificação de alimentos industrializados se constitui, atualmente, em um dos melhores processos para a correção das deficiências nutricionais, principalmente na infância. Mas claro, o consumo de alimentos enriquecidos deve ser aliado a hábitos de vida saudáveis e uma alimentação equilibrada e em casos de carência nutricional, procure um profissional de saúde, que o orientará nos alimentos que contém os nutrientes que devem ser priorizados.

 

 

Referências bibliográficas:

Marques, M. F.; Marques, M. M.; Xavier, E. R.; Gregório, E. L. Fortificação de alimentos: uma alternativa para suprir as necessidades de micronutrientes no mundo contemporâneo. HU Revista, Juiz de Fora, v. 38, n. 1 e 2, p. 29-36, jan./jun. 2012.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA. http://portal.anvisa.gov.br/resultado-de-busca?p_p_id=101&p_p_lifecycle=0&p_p_state=maximized&p_p_mode=view&p_p_col_id=column-1&p_p_col_count=1&_101_struts_action=%2Fasset_publisher%2Fview_content&_101_assetEntryId=2866865&_101_type=content&_101_groupId=219201&_101_urlTitle=alimentos-enriquecidos&inheritRedirect=true

LIBERATO, S. C.; PINHEIRO-SANT’ANA, H. M. Fortification of industrialized foods with vitamins. Revista de Nutrição, Campinas, SP, v. 19, n. 2, p. 215-231, abr. 2006.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome